top of page

Newsletter Unyt #5

Seja bem-vindo à newsletter da Unyt Arquitetura, onde apresentamos as principais notícias atualizadas do mundo da arquitetura e urbanismo, com destaque para as áreas de hotelaria, planejamento de bairros e turismo.


Na edição de hoje vamos pontuar como a tecnologia é primordial para o ramo da hotelaria, a importância de se pensar em bairros que valorizem a primeira infância, pontos de ônibus dentro do processo de urbanização e muito mais. Boa leitura!



A importância do design inteligente para o ramo de hotelaria


Recentemente o portal Hospitality publicou um artigo relacionando o papel da tecnologia dentro do ramo da hotalaria. A tecnologia teve um grande impacto na indústria da hospitalidade, desde a criação de soluções para poupar tempo e melhorar a personalização, até a criação de ferramentas para gestão de receitas e plataformas para automação financeira.


Essas soluções têm melhorado a eficiência operacional, aumentado a satisfação dos hóspedes e ajudado a evitar a queda de preços associada a crises econômicas.


Experiência e tecnologia


Para criar uma experiência mais agradável para os hóspedes, é necessário pensar em soluções que ajudem a otimizar a funcionalidade do espaço. Isso inclui a escolha do mobiliário, a disposição dos objetos e a iluminação do ambiente.


O uso da tecnologia também pode ser uma aliada na criação de um ambiente mais inteligente e confortável para os hóspedes. É importante avaliar quais tecnologias podem ser utilizadas para melhorar a experiência dos hóspedes, como controles de temperatura e iluminação automatizados e sistemas de som ambiente.


Rentabilidade extremamente importante


O design inteligente não só melhora a experiência dos hóspedes, mas também pode aumentar a rentabilidade do empreendimento. Ao otimizar o espaço e a utilização da tecnologia, é possível reduzir custos operacionais e aumentar a eficiência do negócio.





Jundiaí inaugura rua completa com área dedicada à primeira infância


A cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo, inaugurou recentemente uma rua completa dedicada à primeira infância. De acordo com o artigo publicado pelo ArchDaily, com uma área de mais de 8 mil metros quadrados, a Rua de Brincar tem como objetivo estimular o desenvolvimento infantil e oferecer um espaço seguro e agradável para crianças e suas famílias.


Área dedicada à primeira infância


A Rua de Brincar conta com diversos espaços voltados para o público infantil, como uma praça de brinquedos, uma biblioteca infantil, uma horta e uma área para jogos educativos. Além disso, a rua conta com um espaço para a prática de atividades físicas e uma pista para triciclos, bicicletas e patinetes.


Incentivo à convivência e à criatividade


O projeto da Rua de Brincar busca incentivar a convivência e a criatividade das crianças, oferecendo um ambiente lúdico e seguro. Para isso, a rua conta com diversos elementos de design, como cores vibrantes, pisos texturizados e elementos de paisagismo, que estimulam a curiosidade e a interação das crianças.


Fantasia flutuante no Rio Sena, em Paris

O estúdio de design MIDJOURNEY, com sede em Paris, apresentou recentemente o projeto "Flutuando Fantasias", que visa criar espaços sociais flutuantes no rio Sena, em Paris.


Designboom publicou em seu site que o projeto foi desenvolvido em colaboração com a empresa Ulises. A ideia consiste em plataformas flutuantes que oferecem áreas verdes, bancos, mesas e outros elementos para criar um espaço de convivência e interação social.


O objetivo é fornecer uma alternativa aos espaços urbanos densos e aumentar a interação social entre os habitantes e visitantes da cidade. O projeto também aborda questões de sustentabilidade, utilizando materiais reciclados e de baixo impacto ambiental em sua construção.


A iniciativa pretende revitalizar a vida urbana nas margens do Sena, criando um ambiente que promova a interação social e a relação com a natureza. O projeto está atualmente na fase de captação de recursos e busca parceiros para sua implementação.



Abrigos de ônibus sem burocracia na Virgínia


Virginia Beach está trabalhando formas de diminuir a burocracia quando o assunto é melhoria em abrigos de ônibus.


A instalação de abrigos de ônibus melhores e mais acessíveis é uma necessidade em muitas cidades, mas muitas vezes a burocracia pode ser um obstáculo para sua implementação. Na Virgínia, no entanto, as coisas estão mudando graças à iniciativa do Departamento de Transportes da Virgínia (VDOT).


Diminuindo a burocracia


O VDOT lançou um novo programa para ajudar as cidades e municípios a instalar abrigos de ônibus mais facilmente e sem os obstáculos burocráticos que costumavam impedir o processo. O programa, chamado "Virginia Enhanced Public Bus Shelter Program", fornece às cidades e municípios abrigos de ônibus pré-fabricados e personalizáveis, bem como assistência técnica para ajudá-los a instalar e manter os abrigos.


Mais abrigos de ônibus significam maior acessibilidade e conforto para os usuários de transporte público, além de incentivar mais pessoas a optar pelo transporte público em vez de seus próprios carros. Além disso, a iniciativa pode ter benefícios ambientais, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa provenientes do tráfego rodoviário.


Em busca de expansão


O programa VDOT já ajudou a instalar mais de 300 abrigos de ônibus em toda a Virgínia, e espera-se que mais cidades e municípios aproveitem essa oportunidade para melhorar o transporte público em suas áreas. Essa iniciativa mostra que, com o comprometimento e ações adequadas, é possível superar a burocracia e implementar soluções eficazes para melhorar a vida nas cidades.


O que estamos ouvindo?

Em fevereiro de 2021, começou a nevar em Austin, Texas, o que foi incomum e emocionante para alguns, pelo menos até que a energia caiu para milhões de pessoas. Para muitos, isso foi um choque - como um estado conhecido por sua produção de energia pode ter interrupções de energia tão generalizadas e prolongadas? Para entender a situação, é preciso olhar para a história da rede e como o Texas se tornou o que chamamos de “ilha de energia”. É o único estado nos 48 estados que opera sua própria rede elétrica independente.


 

Agradecemos pela sua companhia, até a próxima edição!


Kommentare


bottom of page